Crédito Pessoal – como conseguir crédito sem correr riscos de endividamento

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Se você planeja obter crédito pessoal, precisa escapar do endividamento. Saber como fazer isso, entretanto, pode ser um problema para muitos.

Você está com problemas para se livrar das suas dívidas? Quer obter crédito pessoal para quitá-las, mas tem medo de criar uma “bola de neve”? Este post é para você!

Crédito Pessoal – aliado ou armadilha?

O Crédito Pessoal é muito procurado por pessoas que precisam arcar com gastos inesperados. Normalmente, não é uma questão de falta de planejamento ou de uma educação financeira ruim. Afinal, contratempos acontecem, não é mesmo?

Muitas vezes, são custos altos, que nos deixam endividados. Há quem consiga quitar a dívida sem muita dificuldade, mas no geral, a preferência é pela procura por uma dívida menor.

Dívidas de cartão de crédito, por exemplo, podem se tornar uma enorme dor de cabeça por conta dos juros variáveis, enquanto instituições financeiras oferecem empréstimos a juros fixos. É fácil entender o porquê de o público preferir o crédito pessoal, uma dívida que, se bem adquirida, pode ser consideravelmente menor do que outros débitos com cartões, empresas e bancos.

A pergunta é: dá para conseguir um empréstimo sem correr o risco de se endividar ainda mais?

E, se sim, como fazer isso? Você confere a resposta nos tópicos abaixo! 

Planeje bem o seu orçamento

Evitar dívidas futuras também é uma questão de consciência. Tente separar uma parte do seu dinheiro para emergências. Assim, se algo acontecer e você precisar realizar uma reforma de última hora, gastos inesperados com a saúde aparecerem e outros desafios, você terá um dinheiro separado para resolver sem maiores dores de cabeça.

Como não se endividar ainda mais com empréstimos

Por padrão, existe uma análise bem detalhada sobre o seu histórico financeiro e sobre as dívidas que estão em seu nome, seu salário e seu emprego para que você possa, de fato, obter um empréstimo.

Contudo, mesmo assim você pode comprometer a sua renda e acabar por não conseguir pagar o que deve. E aí, o que fazer?

A melhor maneira de resolver essa situação é prevenir dívidas altas. Se você realmente deseja ou precisa adquirir um empréstimo, vá com calma. Procure se informar sobre as condições de pagamento, os juros aos quais você está sujeito e encontre as opções mais flexíveis e econômicas.

Além disso, muita atenção ao contrato. Você precisa ler com atenção todos os termos e se certificar de que não haverá surpresas desagradáveis e letras miúdas, aumentos nos juros e outras questões que podem inviabilizar o seu pagamento.

Se por algum acaso você já fez um empréstimo, está pagando e pensa em adquirir um outro empréstimo para pagar sua dívida atual, existe uma outra opção: a análise e revisão de contrato.

Existem várias brechas que podem ser criadas propositalmente ou por acidente, a fim de fazer com que você pague mais do que deveria. Se você desconfia ou sabe que passou por isso, o ideal é contar com o apoio de especialistas, que farão a revisão do seu contrato e cuidarão para que você pague apenas o que deve, com taxas de juro justas.

Entre em contato conosco e previna-se contra cláusulas contratuais abusivas!

Outros artigos que podem te interessar

Dívidas com o cartão de crédito

Como evitar dívidas com o cartão de crédito?

Dívidas com o cartão de crédito são algo mais comum do que deveriam para o consumidor brasileiro. A incerteza econômica se prolonga e acaba gerando uma falta de previsibilidade para as famílias, tanto no que diz respeito aos seus empregos quanto ao dinheiro em si. Mesmo assim, é impossível parar de fazer compras. Seja para

Consultar O Cpf - Price SF

Consultar o CPF é uma forma de manter o nome sempre limpo. Saiba como fazer!

Consultar o CPF é uma excelente forma de manter o seu nome limpo. Nem sempre você conseguirá estar atento o bastante para verificar aquele SMS ou uma carta que chegou à sua casa dizendo que seu nome foi negativado. Logo, a melhor saída é olhar o sistema do Serasa por conta própria! Quando você cria

Dívida Caduca

Dívida Caduca? Como funciona?

Não é incomum ouvir falar que dívida caduca ou se perguntar se é realmente verdade, como funciona e se isso significa que a dívida não existe mais. A confusão é natural. Existe uma certa “nebulosidade” a respeito desse assunto porque, em tese, basta esperar a dívida completar um certo período para prescrever, e então, o